• Bora Cronicar

Minha mãe por Tubaroa

Eu sentia o nervosismo tomando conta de mim e começava a já não sentir minhas pernas enquanto minha cabeça se enchia de pensamentos: “Você é muito irresponsável! ”; “Precisa abortar!”; “Como você foi deixar isso acontecer?”. Os pensamentos me afogavam e eu perdia o ar, o controle do corpo. Até que ela atendeu:


- Alô! Tá tudo bem filha?


- Mãe, tenho algo para te dizer.


- O que houve? Está bem?


- Estou grávida.


- Mentira... – O silêncio tomou alguns segundos e puxei o ar com dificuldade antes de ouvir o que deveria ouvir.


- Eu vou ser avó? Não acredito, vai ser menino, tenho certeza, vamos chama-lo de Manuel. Ele já é o amor da minha vida.


Agora o silêncio era meu, enquanto meu rosto se enchia de lágrimas com aquela reação de tão puro amor, tão leve, tão simples. Ela continuava feliz, falando tudo o que ela e o neto fariam juntos.


Hoje, após nascido, mesmo com todo o estresse do puerpério, saio do banho cansada e vejo ela segurando meu filho, seu neto, nos braços, cantarolando e dançando ao som de L.O.V.E. de Nat King Cole.


Amor de mãe é simples. Espero que passe de geração para geração.


TUBAROA é mãe recente do Noah, nascido dia 21 de abril. É Oceanógrafa e está aprendendo a ser mãe. 


32 visualizações
Logo palavra copy.png
  • Facebook
  • Instagram

Sobre nós

Serviços

Livros & E-books

Ação social

Autodesenvolvimento

Criatividade

Inspiração

Empoderamento feminino via autodesenvolvimento, palavra e criatividade.