O projeto Bora Cronicar nasceu de minha inquietação em ver mulheres fantásticas aprisionadas em relações doentias, trabalhos vazios, silêncios, lugares incômodos na família ou papéis estreitos na sociedade.

 

Cansei de testemunhar mulheres geniais metidas em ciclos tão infindáveis quanto terríveis. Em capítulos que pareciam se repetir infinitamente. 

Percebi que se fazia necessária uma intervenção nessas histórias para daí nascer novos rumos. É meu objetivo que as mulheres sejam inteiras e não mutiladas para caber no sonho de outro ou no lugar social que lhe apontaram. Desejo que as mulheres sejam empoderadas: autoras das histórias de suas próprias vidas.

Isto é algo tão poderoso que, se cada mulher encontrar sua voz e realizar seu potencial, uma mudança social no que se entende como o papel da mulher acontecerá. Existir por inteiro é o maior presente que você pode dar para você e para o mundo.

Poi bem ...te convido, então, a pensar: como seria possível viver uma história nova ? Como eu poderia me tornar narradora e personagem principal de minha vida?

Acredito que a Criatividade é bússola para essa transformação. Ao contrário do que pensamos, todos somos criativos. Em alguns esta capacidade está mais desperta que em outros, apenas.

A proposta do Bora Cronicar é te ajudar a desenvolver e usar a criatividade para escrever os novos capítulos de sua história de vida. Entendendo a palavra como vetor da criatividade, muitas vezes utilizaremos a escrita, a literatura ou a fala como ferramenta para esta transformação. E , claro... outras ferramentas criativas e inusitadas também serão utilizadas para te auxiliar nesse processo.

Espero que você encontre por aqui o apoio que precisa para se tornar personagem principal e narradora de si.

 

Fernanda Carvalho

 

rosa Terra
Fernanda  Carvalho

Psicóloga( CRP ______ ) e escritora apaixonada por literatura e criatividade. Acredita que empoderar mulheres é uma forma de transformar o mundo. 

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC),  escritora premiada e mestra em psicologia social pela UFC. Fundadora do projeto Bora Cronicar e vencedora de prêmios literários como o Prêmio Unifor 2015, Concurso de Crônicas Laura Ferreira do Nascimento Silva e outros. 

Apaixonada por livros, criou um forma de intervenção clínica baseada em literatura e criatividade. Desde 2018, vem facilitando grupos de desenvolvimento para mulheres com este método inovador, bem como atendendo, uma mulher por vez, na clínica individual. 

Palestra em instituições sobre criatividade, afetividade e empoderamento feminino. Atua enquanto consultora junto a escritoras com bloqueio criativo. 

 

maya angelou2.jpeg

MAYA ANGELOU

Se você não gosta de algo, mude-o. Se não puder mudá-lo, mude sua atitude.

brene%20brown_edited.jpg

BRENÈ BROWN

Quando temos a coragem de  andar por nossa história e possuí-la, podemos escrever o final.. Quando não possuímos nossa história (...), ela nos possui. 

clarice1.jpg

CLARICE LISPECTOR

Bem sei que é assustador sair de si mesmo, mas tudo o que é novo assusta.

Conheça nossas ferramentas

Serviços

Conheça nossas  atividades de

transformações afetivas e emocionais.

Blog do Bora

Inteligência Emocional, Autodesenvolvimento Criativo & Inspiração.

Eventos

Conheça nossas  atividades de

transformações sócio-culturais.

Se você é uma mulher :

- Sentindo que precisa de algo novo e querendo algo que não sabe direito  o que é.

- Em busca de autoconhecimento.

- Tentando encontrar a sua voz.

- Buscando maximizar sua criatividade.

- Que gosta de ler e/ou de escrever.

O Bora é para você.
rosa Terra

Acreditamos que...

Como tudo começou...

por Fernanda Carvalho

O projeto Bora Cronicar nasceu de um constrangimento real.

Quando venci o Prêmio de Literatura Unifor 2015 senti que minha alma tomou fôlego. Eu estava no segundo ano do mestrado de Psicologia, exausta e empenhada em finalizar minha dissertação. Contudo, eu ainda sentia o comichão da escrita literária, porque escrever literatura faz parte de quem sou. Além disso, entendo o ato de criação como algo quase místico, divino e resolvi acolher esse desejo, seguindo o fluxo da escrita: ora dissertação, ora crônica. Por fim, fechou-se um livro de crônicas, vencedor do referido prêmio.

Na cerimônia de premiação, embora fosse a vencedora da principal categoria, não fui entrevistada - um homem deu a entrevista para o jornal. Achei estranho, mas silenciei. Após o prêmio, busquei um coletivo literário com o qual pudesse contribuir e percebi que a maior parte das equipes fixas eram compostas por homens escritores.

 

Uma ficha caiu e a parte pesquisadora de mim disparou: "isto é um dado sócio-histórico". As mulheres largaram depois na corrida por direitos educacionais, reprodutivos, políticos e , ainda hoje, deparam-se com disparidades e inadequações de lugares que não foram pensados para elas. O da escrita é um. O da política é outro. O do trabalho, infelizmente, ainda é contabilizado entre estes.

 

A imprensa só viu mulheres escrevendo após quase 50 anos desde seu início no Brasil. Mulheres só puderam concorrer às cadeiras da Academia Brasileira de Letras após 8 décadas da fundação desta instituição. Hoje, apenas 7 mulheres estão entre os 40 imortais. O senado brasileiro passou 60 anos para ter uma mulher em seu quadro, de forma que apenas em 1990 foram eleitas as primeiras senadoras. Tenso ne ?

Em 8 de junho de 2018, fundei o Bora Cronicar. Concordo com Melinda Gates, cientista da computação: "uma mulher com uma voz é, por definição, uma mulher forte. Todavia, a busca por esta voz pode ser especialmente difícil". Por isso, entendi que não basta contribuir apenas para um ambiente externo favorável ao protagonismo feminino, mas é necessário contribuir para a  jornada mais difícil: encontrar a si mesma. Daí o apelo à criatividade/criação e à palavra - matéria plástica de criação simbólica do ser e do mundo. Daí o coração do Bora.

FERNANDA CARVALHO é psicóloga me. , escritora premiada e fundadora do Bora Cronicar.

Logo palavra copy.png
  • Facebook
  • Instagram

Sobre nós

Serviços

Livros & E-books

Ação social

Autodesenvolvimento

Criatividade

Inspiração

Empoderamento feminino via autodesenvolvimento, palavra e criatividade.